Agência Humanitária Adventista leva alimento e orientações sobre o covid-19 a moradores de rua

  • 04/04/2020
  • 0 Comentário(s)

Agência Humanitária Adventista leva alimento e orientações sobre o covid-19 a moradores de rua

Enquanto as ruas estavam quase vazias, eles eram os poucos que ainda ser movimentavam pelas cidades, Natal, capital potiguar e Mossoró, segundo maior município do Rio Grande do Norte (RN). Com olhos atentos e espírito altruísta, deixaram a segurança e conforto dos seus lares, para levar alimento a quem só tem o frio da noite como certeza. Homens, mulheres, crianças e idosos que vivem em situação de rua e têm como ponto de referência, marquises, praças, pontes e tantos outros lugares.

Dados

O número atual desse grupo em condição de vulnerabilidade social, no Estado, os órgãos públicos competentes não têm, só o que se sabe é que essa população tem aumentado, pois facilmente eles são vistos em toda as redondezas e vivendo em condições precárias e sem expectativa de futuro.

Alívio em meio à dor

Mas nesse último sábado (28) enquanto quase todo o mundo está em quarentena e se volta para as notícias sobre a pandemia mundial, cerca de vinte voluntários da Agência Humanitária Adventista (ADRA) foram além, para levar um pouco de alento a essas pessoas, cujo o cenário atual só piora sua luta pela sobrevivência.

De rua em rua, de ponto em ponto, agentes solidários, respeitando todas as orientações da OMS, prepararam e distribuíram para cerca de 90 pessoas, um jantar tipicamente nordestino, sopa, cuscuz com ovo e mais um kit com materiais para higiene pessoal, nas duas localidades. Além disso, conversavam com as famílias, passando informações e orientações sobre como se prevenir do covid-19.

Segundo Erinaldo Costa, ações como essa precisam ser constantes, pois todos, mas principalmente esses moradores de rua, vivem uma ameaça real: “Dado às condições sanitárias e oportunidades de uma vida digna que esse público não tem e em meio a essa crise no cenário mundial, essas pessoas que estão longe das informações dos telejornais, precisam estar conscientes que, embora já vivam quase num isolamento social, no seu cotidiano, têm que se precaver. Então, trouxemos o pão, a água, o sabão, mas demos para elas a oportunidade de aprender sobre a higiene necessária para esse momento”, afirmou o diretor da ONG para todo o Nordeste.

No Alto Oeste potiguar, local onde aconteceu a primeira morte pelo coronavirus no RN, as ações solidárias foram feitas com a distribuição de sopão em comunidades carentes do município.

O trabalho de distribuição e arrecadação de gêneros alimentícios, como também, de outros materiais como: luvas, máscaras e outros insumos, continua durante todo o período de pandemia e a organização está fazendo campanhas vias suas redes sociais e amigos da instituição, para que as atividades não parem e outros grupos possam ser assistidos.

Erinaldo diz ainda que, “a ADRA é mais uma mão que se levanta para apoiar o poder público e a sociedade com ações prática, para o enfrentamento ao corona e para levar esperança a todos que necessitam”.

A próxima ação acontece na sexta (03) em todo o Rio Grande do Norte. Para ajudar a esse e outros movimentos e projetos,ligue: (84) 99916 9243.

Por Andréa Figueiró

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

Dj Virtual

Louvores de Esperança

00:00 - 23:59

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Patricia Romania

Montanha

top2
2. Jeferson Pillar

E Se

top3
3. Fernando Iglesias

Pedaços

top4
4. Genilson Alves

Está Consumado

top5
5. Adoradores 3

Nas Mãos do Oleiro

Anunciantes